Trabalhos de Gláucia Nogueira

JORNALISMO | ANTROPOLOGIA | PATRIMÓNIO CULTURAL | MÚSICA | CABO VERDE

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Publicações sobre Cabo Verde

2016 

Ed. Campo da Comunicação, Lisboa 


2015

Ed. Pedro Cardoso Livraria, Praia 


2007 

Edição da autora, Praia 


2006 

Instituto da Biblioteca Nacional e do Livro, Praia

quarta-feira, 30 de março de 2016

Cabo Verde & a Música já está a circular


Depois do lançamento em Lisboa, a 11.03.2016, na Associação Caboverdeana, Cabo Verde & a Música – Dicionário de Personagens foi apresentado em Coimbra no Pavilhão de Portugal, com o apoio da Orquestra Clássica do Centro, a 23.03.2016. A 03.04.2016 é apresentado à comunidade cabo-verdiana de Roterdão, com o apoio do Consulado de Cabo Verde e da Fundação Kafuka. Em Cabo Verde: 14.04.2016, na Praia (Biblioteca Nacional) e 20.04.2016, Mindelo (Centro Cultural do Mindelo). 

Cabo Verde & a Música – Dicionário de Personagens abrange as práticas musicais no arquipélago de Cabo Verde e nas suas comunidades emigradas desde meados do século XIX, de onde provêm os primeiros registos sobre essa produção musical, até o presente.

Os personagens são compositores, cantores, grupos, professores, regentes de bandas, produtores e construtores de instrumentos, incluídos tanto os nomes consagrados como alguns de expressão apenas local ou regional e outros que figuram apenas na memória dos cabo-verdianos. Uma investigação que durou cerca de 15 anos, em todo o arquipélago e em vários países, permitiu esse levantamento e elaboração das biografias.

As obras produzidas nesse contexto (discografia, lista de composições, etc.) compõem um património musical bastante ecléctico e que reflecte diferentes momentos sociopolíticos e da história da música popular mundial nos últimos 150 anos. Dá-se pela criação e performance de artistas que vivem ou viveram no arquipélago ou na emigração, nascidos em qualquer desses lugares, em diferentes épocas. Assim, tanto a música dita de raiz como a mais cosmopolita e contemporânea encontram aqui espaço.


Todas essas práticas musicais, nos seus diferentes estilos e especificidades, são retratadas através dos seus personagens. Reunir em texto e fotos as histórias que falam desse importante segmento do património imaterial cabo-verdiano é o objectivo de Cabo Verde & a Música.  

Alguns dados sobre o conteúdo do livro:

Imagens: 254 (entre fotos e reprodução de capas de discos e outras imagens)
Número de entradas: 964. Destas, 261 referem-se a grupos e 703 são personagens individuais. Destes,  593 homens e 110 mulheres. Há ainda 22 estrangeiros/as cujo trabalho musical de alguma forma relaciona-se com Cabo Verde. Entre os personagens, há ainda 6 construtores de instrumentos; 11 produtores; 18 professores/regentes de bandas. 283 verbetes referem-se a personagens já falecidos ou grupos que não existem mais, enquanto  681 verbetes são sobre grupos existentes no momento e pessoas vivas.  Destes, 265 encontram-se em Cabo Verde, e o restante na emigração.